Dezembro é quase sempre um mês para esquecer no que toca a uma vida saudável. Não sei explicar bem mas é como se o espírito natalício me invadisse e desviasse do meu caminho, dou por mim a comer coisas que habitualmente rejeitaria e uma preguiça danada para ir ao ginásio.

Janeiro é por norma o mês do regresso à rotina e desde o dia 1 que tudo voltou à normalidade. Sei que ganhei peso e inchaço, nem é preciso uma pessoa pesar-se para o saber, as calças não mentem. Mas também sei que com muita calma e determinação volto a entrar nos eixos. Três coisas que funcionam muito bem comigo no que toca a desintoxicar do período de festas e que tenho levado à risca desde o início do mês:

1. Beber muita água, se possível cerca de 2 litros. Sendo que começo o dia sempre com 1 copo de água morna com sumo de limão. Divido os 2 litros entre água e chá. Ao longo do dia prefiro manter-me quente com um chá de hibisco ou de cavalinha (podem até misturar ambos) – são muito eficazes no que diz respeito a drenar, faz milagres na zona abdominal, isso garanto por experiência própria.

2. Comer limpo, apostar em proteínas, legumes e verduras. Á noite basta-me uma sopa, uns ovos mexidos e um chá para ficar bem. Reduzam nos hidratos se quiserem ter resultados rápidos – comigo resulta mesmo. E reduzir não implica necessariamente cortar, mas podem apostar em hidratos complexos como por exemplo batata doce ou quinoa.

3. Fazer exercício 3 vezes por semana, que pode ser desde ginásio a uma simples caminhada. O importante é mexer e acima de tudo fazerem aquilo que gostam, mas lembrem-se que sem uma alimentação equilibrada, não existem milagres. Eu sou muito de fases, neste momento tenho feito mais aulas do que máquinas no meu Holmes Place – Total Condicionamento, Abdominais, Body Pump – ter um professor/a a puxar por nós é meio caminho andado para queimar mais calorias e ganhar motivação.

3 pontos que muito provavelmente não são novidade para ninguém mas que ainda assim são a base para que possam dar o pontapé de saída para um 2018 mais saudável. Quem está comigo?

 

2 comentários

  1. Andreia
    Não sou de comentar mas gosto de a ler, os seus textos são inspiradores, tem uma boa filosofia de vida.
    Conto-lhe um pouco de mim num 1 ano perdi + de 10 kg, de 75,5 passei a 64.7 kg, muito cycling, strong, pilates, reeducação alimentar, adoptei uma nova filosofia de vida tudo da minha autoria, sem nutricionista. Estes ingredientes fizeram de mim outra pessoa tanta na parte física como mental, todos notam a minha transformação são constantes os elogios. Às vezes sinto que falam para outra não de mim, tal deve ser a mudança. Eu, noto sim na roupa que antes tudo me ficava mal e agora não. Tudo tem a ver com a força da vontade, foco, disciplina, determinação, a mente é o que nos comanda mas quem a tem que comandar somos nós, saber escolher o que nos faz bem no nosso dia a dia. Há coisas que nos fazem despertar é preciso estar atento aos detalhes, os pequenos detalhes podem dizer muita coisa. Sabia que o silêncio diz muito? Que pode dizer mais do que as palavras?

    Só há felicidade se não exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora mágica chega sempre.”
    ― Hermann Hesse

    Abraço
    Carla

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*